Epichurus

Natação e cia…

Preâmbulo da Saga.

“Renato, a vida não é um 200 peito!”. Eis a frase que meus amigos adoram pronunciar quando eu estou muito ranzinza (segundo eles, quase sempre). Guardem essa frase, que vai ser esclarecida nos próximos cinco posts.

Digo isso pois o presente post é o preâmbulo da “Saga dos 200 Peito”, que passo a contar nesta quinta feira, saga essa que tem cinco partes. Trata-se de um resumo da história da minha carreira natatória semi-peba, que embora provavelmente não tenha interesse específico para quase ninguém além da mamãe, vovó, irmã, Xuxa Meneguel e Lelo (ou, vá lá, Esmaga e Takata), ao menos possivelmente servirá para que cada um lembre da SUA própria história. Como tenho 42 anos e ainda lembro bem da minha, acho uma boa garantia escrever e deixar registrado para o dia em que não lembrar mais.

200 Peito em Londres 2012.

Eu tive a idéia de escrever essa “saga” a partir do comentário muito bacana do Pedro Costa aqui no blog, e também desse sensacional comentário da Viviane Motti, que mostraram que o que a gente escreve pode bater nos leitores de formas diferentes. E caso você não se chame Michael Phelps, você com certeza já perdeu muitas vezes na sua vida (pensando bem, até o Phelps chegou a perder!), e ganhou algumas outras tantas, sendo que o “ganhou” tem sentido diferente para cada um: para o Pedro, para mim, para o Phelps, para a Viviane, para o João da Silva e para você, leitor. Cada um tem o seu “ganhou” (e vários “perdeu”), sem exceção.

Aproveito para pré-anunciar que estamos com a ideia de receber por email e publicar a SUA história como um post (evidentemente que sob a forma de comentários vocês já fazem isso – continuem). Certamente eu, o Takata e o Esmaga adoraríamos ler!

Não, a minha história não tem nada de extraordinário, é similar a outras tantas, mas é a minha. E lendo-a, vocês darão ou não razão aos meus amigos quando eles insistem em dizer: “Renato, a vida não é um 200 peito!”?

Até quinta.

Sobre rcordani

Palmeirense, geofísico e nadador master peba.

16 comentários em “Preâmbulo da Saga.

  1. Rodrigo Munhoz
    24 de setembro de 2012

    Estou aguardando os próximos posts neste tema… pena que não serei muito citado, pois em geral nadava bem mal os 200 peito (preferia os 100…)

    • rcordani
      25 de setembro de 2012

      O sr.certamente será citado na segunda parte.

  2. Ruy
    24 de setembro de 2012

    Characas. Li os comentarios do Pedro e da Viviane. Muito legal ambos. Mesmo ja conhecendo a saga, algum detalhe sempre pode ser acrescentado. A ver os próximos capitulos…

    • rcordani
      25 de setembro de 2012

      É verdade, um detalhe ou outro pode aparecer…

  3. Raul
    24 de setembro de 2012

    Opa, fiquei bem curioso. Quero saber como foi, sim. Lembro de você de cabelão nas competições, mas estava muito preocupado com meus próprios azuleijos a serem contados e 200 metros a serem nadados (de borbo). “A vida não é um 200 peito”, o que isso significa, que nadar 200 peito é fácil??? Eu tenho um amigo que treinava e competia comigo e dizia pra mim, diante de qualquer dificuldadezinha ou dificuldadezona fora da água: “Isso não é nada, a gente nada 200 borboleta”. A vida é muito mais interessante quando a gente traz a experiência da piscina pra ”parte seca”.

    • rcordani
      25 de setembro de 2012

      Raul, vai ficar mais claro no quinto post. Você nadava em que clube?

      • Raul
        1 de outubro de 2012

        Opa, já tô acompanhando a saga. Eu nadei dez anos no Álvares Cabral-ES e mais cinco pelo Minas. Foi no último que eu comecei a nadar Finckel e Troféu, entre 95 e 99.

  4. Fernando Cunha Magalhães
    24 de setembro de 2012

    Saga em 5 partes? Certeza que vem mais um relato caprichadíssimo por aí.

    • rcordani
      25 de setembro de 2012

      Sim, é possível que haja algum capricho, Esmaga. E o sr., já está escrevendo o seu texto?

  5. Kiki
    24 de setembro de 2012

    Gente, o Renato não esquece de NENHUM detalhe. Cinco posts vão somar uns 2 Tera(bytes). Cuidado!

    • rcordani
      25 de setembro de 2012

      Hehe, alguns detalhes eu lembro, outros estão escritos, outros eu exagero um pouquinho…

    • Rodrigo Munhoz
      25 de setembro de 2012

      Hoje em dia já há controvérsias sobre isso, Kiki… 🙂

  6. Lelo Menezes
    25 de setembro de 2012

    Sensacional a saga, afinal a conheço bem!

    • rcordani
      25 de setembro de 2012

      O sr. tem presença importante em quatro das cinco partes, mas sobretudo na III.

  7. Vicente
    11 de outubro de 2012

    Cordani, voce precisa se inspirar e escrever sobre o 100 peito, afinal, como o Munhoz eu tambem preferia muito esta prova… Quem diria que depois de anos gostando de provas de velocidade e curtas, fui terminar fazendo IronMan e o RAAM!!! Uma coisa é certa, a vida da voltas!!

    • rcordani
      11 de outubro de 2012

      Putz, sobre os 100 peito não manjo nada! Dos sete TBs citados na saga nadei os 100P em quatro, e só peguei uma Final A!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 24 de setembro de 2012 por em Cenas..., Natação, Saga dos 200 Peito.
Follow Epichurus on WordPress.com
setembro 2012
S T Q Q S S D
« ago   out »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
%d blogueiros gostam disto: