Epichurus

Natação e cia…

Os ultimos dias nos jogos!

Os últimos três dias nos reservou algumas esquisitices. Galvão Bueno brigou no ar com o Mauricio Prado por este ter revelado algo que comentaram no particular. Convenhamos, o Galvão tinha toda razão. Um japonês derrubou não uma, não duas, não três, nem quatro, nem cinco, mas seis vezes o adversário do Azerbajão no boxe e mesmo assim os juízes anunciaram a derrota do japonês. Precisou um protesto formal e muita briga da comitiva japonesa para que a decisão fosse revista e a vitoria dada ao japa.

ImageAlgumas duplas do badminton foram desclassificadas por perderem seus jogos propositalmente para evitar duplas mais fortes na fase mata-mata. Atitude exemplar em prol do espírito olímpico. Espírito esse que parece faltar na nossa seleção brasileira de vôlei feminino. Ontem assisti o jogo das nossas meninas e num lance de ataque coreano a bola claramente bate nos dedos da brasileira no bloqueio. A bola vai pra fora e o juiz da ponto pro Brasil. As coreanas protestam e a brasileira repete algumas vezes balançando a cabeça em negativa “Em mim não bateu!” Perderam de 3×0 e se complicaram. Talvez castigo divino, talvez não. Talvez eu esteja sendo chato. Quando e’ que vimos algum atleta de esporte coletivo “confessar” que o juiz estava errado ao prejudicar o time adversário? Só que show de falta de espírito olímpico e educação mesmo deu a imprensa americana que durante coletiva apos os 200m Medley feminino bombardearam a campeã Shiwen Ye com acusações de doping. Uma lastima!

ImageDe excelente noticia nesses dias somente a medalha de bronze no judô, a única dos últimos três dias. Mas mantendo a chatice talvez a noticia não seja assim tão fantástica. Flavio Canto deu entrevista dizendo que a Mayra era favorita ao ouro. Então ta ai um bom exemplo que não da pra falar que esse bronze vale ouro.

Nossos esportes coletivos vão muito bem, com exceção do vôlei e basquete femininos que estão em condição desesperadora. Já Robert Scheidt, nossa grande esperança de ouro foi mal na regata e o ouro só vem por milagre. A prata parece bem possível no entanto.

E vamos pra natação. Com 5 recordes mundiais e 18 olímpicos ate agora fica claro que a era dos trajes ficou pra trás e que a evolução da natação nos últimos 4 anos já bota os tempos dos principais nadadores do mundo pelo menos no mesmo patamar dos melhores resultados obtidos na era dos trajes tecnológicos. Phelps conseguiu seu TRI e agora pode se aposentar e dormir tranqüilo a noite. A zica do tri talvez tenha sido o seu principal adversário na carreira. A performance dos brasileiros continua morna, sendo um pouco otimista. Situação essa que será remediada amanha quando Cielo e Fratus fizerem a primeira dobradinha da historia da natação brasileira. Assim eu torço pelo menos!

Image

Cielo não nadou bem a final dos 100m livre. Na semifinal ele nitidamente solta nos últimos 15 metros. Teria feito em torno de 47’6 – 47’7 se mantivesse o ritmo. Fiquei com grande expectativa de medalha por causa disso. Não deu! Thiago não conseguiu a esperada medalha nos 200m Medley também. Fez seu melhor tempo sem traje mas fechou com 29’ o nado livre. Muito fraco pra quem tem 1’46 de 200m livre. Ok, ele foi pro tudo ou nada, já tinha a prata nos 400m Medley e com Lochte cansado dos 200m costas, Phelps claramente longe do seus melhores dias e o Laslo dando vexame ate então, a estratégia de passar fortíssimo e rezar por uma zebra me parece acertada. Foi por pouco. Pena! Quem não arrisca não petisca! Daynara foi mal nos 100m livre, assim como Nicolas, e Kaio teve mais uma performance fraca nos 100m borboleta. Já Leonardo foi excelente nos 200m costas e Henrique muito bem nos 200m Medley. Ambos ficando pela semifinal mas com performances solidas.

Faltam apenas dois dias e natação olímpica somente no Rio daqui a 4 anos. Nos resta torcer para uma boa participação da Gracielle nos 50m livre e fazer historia na mesma prova, no masculino, com duas medalhas brasileiras! O 4x100m Medley não deve levar medalha mas uma final já será sensacional pra fechar a competição com chave de ouro! Eu iria de Thiago de costas, Felipe Franca de peito, Cielo de borboleta e Chiareguini de crawl. Vamos ver como nossa comissão técnica vai montar a equipe e quem sabe a euforia da dobradinha nos 50m livre nao incentiva a equipe a se superar e brigar pelo bronze com japoneses, Sul-Africanos e franceses.

2 comentários em “Os ultimos dias nos jogos!

  1. rcordani
    3 de agosto de 2012

    Também acho que o Thiago perdeu o bronze ao se arriscar para o ouro, estratégia a meu ver louvável.

    E o reveza 4×100 4 estilos brasileiro foi muito mal (menos o Chiereguini que foi bem de novo)! Caramba, pelo que eu lembro essa prova em geral era uma que a maioria ia bem, tipo último dia todo mundo que tinha ido mal dava uma boa recuperada e quem tinha ido bem crescia. Que lástima!

  2. carol
    3 de agosto de 2012

    Eu também assisti o jogo de volei feminino e vi o lance ao contrário: a bola bateu nos dedos da coreana no bloqueio e não da brasileira. A bola foi para fora e o juiz deu ponto para as coreanas, as brasileiras reclamaram muito e a coreana balançava a cabeça falando que não encostou nela!! Enfim, não que isso justifique o desempenho das meninas do brasil!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 2 de agosto de 2012 por em Natação, Olimpíadas.
Follow Epichurus on WordPress.com
agosto 2012
S T Q Q S S D
« jul   set »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
%d blogueiros gostam disto: