EPICHURUS

Natação e cia.

Day Four (e que 4×200 ducaralho!)

Dia que ia indo muito mal para o Brasil até o revezamento 4×200 do Brasil que foi SENSACIONAL! PQP!

Drops Day Four

Começando pelas semifinais, Nicholas sobrou e Etiene errou.

Nas finais:

Não nadamos o 4x50L. O Jorge Fernandes reclamou disso em um comentário do outro post. Podíamos ter um 4×50 razoável com Cielo, Santana, Chierighini e Nicholas, MAS o revezamento não tinha chances de medalha e creio que os técnicos decidiram maximizar as chances do Cielo e do Nicholas nas provas individuais. Decisão difícil mas que (por exemplo) não foi seguida pela RUS, USA, RSA já que Morozov, Dressel e Tandy, medalhistas na prova individual, nadaram o reveza.

Nos 100 Medley Caio Pumputis piorou 0.13 da semifinal e 0.45 do seu RS, ficando em oitavo. Só um detalhe sobre o Caio, ele é o único brasileiro nesse mundial que não estava com o programa de treinos totalmente voltado para esse mundial, ele que estuda nos EUA e está em plena temporada regular, fez uma adaptação no polimento apenas. Considerando tudo isso, Pumpitis, 19, fez duas finais e um bom mundial.

50 Livre. A prova foi tão nervosa, mas tão nervosa, que:

Morozov que não nadou 100M (prova em que é WR) para tentar o WR dessa prova passou longe. Ganhou mas nem fez seu melhor tempo.

Dressel que não nadou os 50B (prova em que era um dos favoritos) para se poupar, nadou meio mal e piorou da semifinal.

Proud se mexeu na saída e foi DQ.

O bronze saiu com 20.94, apenas 4 centésimos acima do que fez Cielo no Finkel.

Cielo mesmo foi mal, na entrevista ele disse que o corpo dele não reagiu bem à sequência de provas da competição, acabou fechando raia com 21.20.

Na saída, ainda declarou que não nadará os 100m Livre.

IMG_7907

Guido fez uma ótima ida mas foi ultrapassado na volta e perdeu o bronze por apenas 3 centésimos, ficando com um gosto amargo da quinta posição.

Antes do ESPETACULAR revezamento 4×200, vou abrir uma exceção para falar da simpaticíssima Katinka, tetracampeã e que chorou no pódium.

IMG_7912

Sobre o 4×200 do Brasil, estou sem palavras. Nada mais, nada menos do que OURO COM RECORDE MUNDIAL.

1:42.03 Luiz Altamir, tempo que lhe daria o bronze na prova individual.

1:40.99 Scheffer (!!)

1:42.81 Leo Santos (!!)

1:40.98 Breno Correia (!!)

Essa molecada mereceu muito! Obrigado meninos por essa emoção. Fiquem com o choro do Altamir.

IMG_7917

 

Sobre rcordani

Palmeirense, geofísico, ex diretor da CBDA e nadador peba.

5 comentários em “Day Four (e que 4×200 ducaralho!)

  1. JORGE LUIZ LEITE FERNANDES
    14 de dezembro de 2018

    que espetáculo…
    parabéns a molecada…
    e o 4x200m fazendo hist´ria outra vez…
    orgulhoso do resultado (tempo) de cada um dos atletas…

    • JORGE LUIZ LEITE FERNANDES
      14 de dezembro de 2018

      vamos deixar o outro assunto para depois…

      o importante é festejar esse resultado maravilhoso…

      ouro sempre é bom, mas vejo os tempos obtidos, como muito mais significativo para a natação brasileira, principlmente para tirar o ranço de nadar sómente 50m (qualquer que seja o estilo)…

      temos gente com potencial para muito mais…

      • rcordani
        15 de dezembro de 2018

        Jorge, apareceu uma nova geração. E repare que os mais velhos ainda se destacam nas provas de 50m estilos, mas os novos estão em provas olímpicas. Aleluia!

  2. Álvaro Pires Vreco
    14 de dezembro de 2018

    Sensacional mesmo o revezamento. Numa prova que é muito bacana. Ouvir os outros dizendo q o Altamir tinha falado antes da prova q ia bater na frente dá um tremendo orgulho. Um moleque de 1,70 num cenário de gigantes e com um tremendo coração. Muito legal e promessa de briga pelo ouro em Tokio.
    Excelente observação do Jorge sobre termos resultados bons p além das prova de 50m. Sinto um pouco de falta das meninas nadando neste nível.
    Enfim uma boa competição do Brasil. E este campeonato de curta tá mais forte q os anteriores na minha opinião. Abs

    • rcordani
      15 de dezembro de 2018

      A Daiene e a Etiene foram bem hoje e pegaram final, a Larissa e a Manu bateram na trave (por centésimos, na prova de 200L). E tudo prova olímpica!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 14 de dezembro de 2018 por em Natação.
Follow EPICHURUS on WordPress.com
dezembro 2018
S T Q Q S S D
« nov   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
%d blogueiros gostam disto: