Epichurus

Natação e cia…

Natação: Comentários sobre o segundo dia de eliminatórias

Aí vão os highlights e lowlights do segundo dia de eliminatórias:

highlights-lowlights

Highlights:

  • Excelente resultado da australiana Emily Seebohm, quebrando o recorde olímpico da Kirsty Coventry nas eliminatórias do 100 costas com 58.23 (28.57/29.66), ficando a apenas 11 centésimos do recorde mundial da britânica Gemma Spofforth.

image

  • Nos 100 peito feminina a lituana Ruta Meilutyte de 15 anos surpreendeu todos (inclusive ela mesma!) com um excepcional 1:05.56 (30.58 / 24.98). Essa passagem de 30.58 foi mais de meio segundo melhor que todas as parciais da prova. Torcerei por ela na semifinal e na final em homenagem à Lituânia.

image

Lowlights:

  • A decisão do Brasil de deixar o César Cielo de fora da eliminatória dos 4×100 livre virou motivo de piada em alguns sites:
  • Rebecca Adlington, a maior esperança de medalha da Inglaterra ficou com o oitavo tempo nos 400 livre.

16 comentários em “Natação: Comentários sobre o segundo dia de eliminatórias

  1. Indiani
    29 de julho de 2012

    Desculpe o comentario mas… Brasil infelizmente precisa saber a diferenca entre TIME / GRUPO / BANDO ! Depois de saber o significado, precisa identificar em qual dos tres esta ! Eu tenho minha opiniao sobre qual estao…

    • charlaodudo
      29 de julho de 2012

      Indiani, eu também acho que não deveriam arriscar ficar fora de uma final olímpica, mas agora já era.

  2. rmmunhoz
    29 de julho de 2012

    Depois da prata do Thiago e da boa estréia do Brasil no quadro de medalhas em Londres, o dia de hoje tá um pouco com cara de ressaca… Pena sobre o reveza, mas se for pra garantir/assegurar um ouro… sei lá. Mas agora é bola pra frente. O Bruno Fratus inclusive já deu uma declaração tipo “vão tirar o sorriso da cara dos adversários”. Estou contando com mais surpresas positivas em breve. Vai Brasil!

  3. Marina Cordani
    29 de julho de 2012

    Esses caras são muito bem preparados. Não acho que uma participação hoje iria prejudicar uma medalha daqui a 2 dias. Todos os nadadores bons participam, porque não o Cielo? Não gostei… Acho que até era bom cair na água antes do dia principal, para estrear sem pressão. Será que ele que não quis ou foram os técnicos? Isso está a cara do Brasil: só vale se for sair medalha. Se não, não vale nada…

    • rcordani
      30 de julho de 2012

      Marina, o Phelps e o Lochte também não nadaram de manhã. E veja que o Brasil era para ter se classificado facilmente com os reservas ocorre é que os reservas FORAM MAL.

  4. rmmunhoz
    29 de julho de 2012

    Concordo com você Marina… eu também gostaria de ver o Reveza na final. Mas aparentemente, alguém que está mais perto do Cielo (ou ele) discorda da sua opinião. No mínimo é pra se pensar.

  5. Rodrigo Tocalino
    29 de julho de 2012

    Posso estar redondamente enganado, mas eu acho que o Cielo daria uma “destravada” se tivesse nadado as eliminatorias do reveza. É a melhor prova para pegar o ritmo. Alem disso, uma final olimpica daria moral a equipe toda.

    • rcordani
      30 de julho de 2012

      Ele tem a eliminatória 100L, a semifinal 100L, a final 100L, a eliminatória 50L, a semifinal 50L. Só aí ele disputa a sua principal prova, até lá creio que ele deve estar bastante destravado…

  6. rcordani
    29 de julho de 2012

    Vou discordar de vocês. Para mim é justo poupar o Cielo. Se ele tivesse que nadar a elim do reveza seriam 7 SETE caídas na água do Cielo antes da sua melhor prova e praticamente a única chance de ouro brasileira. Só tinha UMA chance de poupá-lo: a elim do reveza. Além disso, os caras tinham TOTAIS chances de entrar na final, e se os caras meteram 49 alto que culpa tem o Cielo? Ah, o Magnussen nadou! Mas para a AUS não era necessário nadar 100% para classificar, correto? Enfim, evidentemente respeito as vossas opiniões pero discordo. Se eu fosse o técnico faria o mesmo.

    • Marina Cordani
      29 de julho de 2012

      Poupa o Cielo na final do revezamento, ué. Depois de ver todas as equipes nadarem, já daria para saber se teriam chance de medalha ou não.

  7. Lelo Menezes
    29 de julho de 2012

    O problema é que aconteceu a mesma coisa no Mundial! Eu colocaria o Cielo pra fechar e dependendo daria até pra ele dar uma segurada. Não ia cansar nada! Ele perder o ouro nos 50m com a desculpa que cansou por causa das eliminatorias do 4×100 livre seria mais um motivo de piada internacional. Pra mim inclusive é desrespeito com os outros do revezamento. Já aconteceu no passado, inclusive na nossa época! Agora, numa coisa o Renato tem razão! Nadar pra 49 alto com saída livre é brincadeira né!

  8. rmmunhoz
    29 de julho de 2012

    Pelo menos agora nao tem desculpa pro Cielo nao arrebentar nas individuais! Ja’ o Magnussen… Digamos que tenho algumas duvidas que ele esta’ super feliz por ter nadado esse reveza…

  9. alesteinberg
    29 de julho de 2012

    Existem dois lados: o do Cielo e do resto da equipe (de natação, não somente do reveza).

    Pelo lado do Cielo, na minha humilde opinião, valeria muito cair na água numa prova sem a mesma responsa que serão as individuais – o reveza seria perfeito para isso, independentemente do desgaste. Baixaria um pouco a adrenalina da estréia e permitiria focar na prova para uma eliminatória com a intensidade exata. Os 100 e 50m livres não permitem erro – não dá para dosar muito, sob pena de ficar fora da (semi) final.

    Para o resto da equipe, existe o efeito psicológico. O Cielo ficar de fora deixa aquela ideia de “se esforcem aí, se tivermos chance de medalha eu entro e resolvo a parada.” Ele é a estrela do time e obviamente tem direito a regalias, mas exatamente por esta condição deveria contribuir para o aspecto psicológico dos demais, tanto agora quanto para o futuro.

    Claro que é fácil falar de fora e com a experiência restrita a alguns campeonatos nacionais, mas acho que a individualidade extremada não o torna um exemplo para a equipe ou para a formação de novos atletas. Fica mais uma vez a imagem de que o esporte no Brasil é fruto exclusivo do invidualismo de poucos, não de ações coordenadas para a formação de grandes equipes. Qualquer um que viveu na Europa sabe que o longo período durante o ano sem ver o sol, com frio extremo, não anima a nadar. No entanto, a França, Alemanha, Holanda, etc. sempre têm grandes atletas.

    • rcordani
      30 de julho de 2012

      Alexandre, acho que a natação mudou muito desde a minha época, e mais ainda da sua época, já que você é MUITO mais velho…hehe.

      Mas na real, imagine que a Dilma pediu para o Nuzman, que pediu para o Bernard, que pediu para o Coaracy, que pediu para o Albertinho MAXIMIZAR MEDALHAS. Se você pudesse poupar o seu melhor nadador de uma prova que não pegaríamos medalha para uma em que ele é favorito, você não faria?

      • ale steinberg
        31 de julho de 2012

        Renatão, realmente vc é muito mais novo (rs…) e nadou por uns 10 anos a mais que eu.

        Concordo que a natação mudou muito, mas eu também mudei. Quando eu nadava era mais individualista e concordaria com a ideia de poupar o melhor atleta (como o Pancho fez com o Rodrigo e comigo algumas vezes em Campeonatos Paulistas).

        Não sou mais tão competitivo quanto antigamente, mas ainda quando caio numa prova encaro duelos e não deixo levarem fácil, mesmo quando estou só para curtir. Sempre na primeira prova da competição existe o impulso de dar um gás a mais, o que numa prova importante pode ser um erro de estratégia.

        Sinceramente acho que cair uma vez na água em situação de competição e 2 dias antes da prova faria bem para ele. O tempo para recuperação seria suficiente. Pelo que vimos na prova, realmente não salvaria o Brasil, mas teria um bom efeito psicológico para todos e, mesmo que a equipe se classificasse para a final, ele poderia abria mão desta etapa.

        Enfim, respondendo à sua pergunta, eu sugeriria sua entrada, mas deixaria a decisão final com ele, afinal existe $$$ envolvida na carreira individual.

  10. Alvaro Pires
    30 de julho de 2012

    Gente, temos q analisar individualmente. Em primeiro lugar o revezamento nosso tava fraco, isso eh inegavel. Tiraria na maximo 6o lugar e isso de nadar soh na final eh muito comum, todo mundo faz. Acho q ele nao queria nadar nem na final p falar a verdade pois sabia q nao teriamos chance de medalha. Quanto a fazer o fechamento discordo do Renato, jah q ele cairia atras e teria q fazer uma forca muito grande. P ele nadar teria q colocar p abrir torcendo p ele entregar na frente e assim dar moral p os outros. E o principal de tudo o Cielo eh um cara q sente o esforco mais do q os outros. Na adianta comparar c outros atletas q sentem menos, isso eh de cada um !!! O Cielo diz q nao sobe nem escada perto de competicao. Tirando o exagero, deixemos nosso melhor atleta c a cabeca boa p o momento principal dele. E dependendo dos resultados talvez ainda tenhamos uma finalzinha consolacao no 4 estilos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 29 de julho de 2012 por em Natação, Olimpíadas.
Follow Epichurus on WordPress.com
julho 2012
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
%d blogueiros gostam disto: