Epichurus

Natação e cia…

Ao vencedor, as batatas!

A Lituânia possui inúmeros pratos típicos baseados na batata. O Kugelis é uma torta feita com batata ralada e toucinho e servida com um molho de creme de leite, cebola e bacon, excelente para uma entrada pouco calórica. Outro prato delicioso é o Blinae de batata, deliciosas panquecas de batata servidas simplesmente com creme de leite azedo ou alguns outros tipos de molhos. O Virtiniai, ravioles recheados com batata e molho branco também são excelentes. Eu ainda não consegui provar o Vėdarai, uma salsicha de batata e carne de porco, típica da Lituânia, mas deve ser ótimo também. Meu prato preferido é o Cepelinai, ou zepellin, uma bola de batata em formato de zepellin e recheada com carne moída, cozida como nhoques gigantes e servidos com um molho de cebola, toucinho e creme de leite, uma verdadeira bomba calórica. Com esses recentes resultados excepcionais da lituana Ruta Meilutyte eu tomei uma decisão importante, vou alterar minha alimentação e focar nos pratos típicos lituanos para melhorar meu desempenho nas provas de peito. Sinto que com isso o sucesso será garantido e vou abaixar segundos preciosos nos 50 peito.

Image

A lituana Ruta Meilutyte mais uma vez demonstrou um enorme talento na prova de 100 peito, com tempos excelentes em todas as suas provas nadadas em Barcelona. Veja aqui os tempos de Ruta:

  • Eliminatória: 1:04.52 (30.23 – 34.29) – Recorde de Campeonato e Recorde Europeu
  • Semifinal: 1:04.35 (29.97 – 34.38) – Recorde Mundial, Recorde de Campeonato e Recorde Europeu
  • Final: 1:04.42 (30.10 – 34.32)

Image

Para quem não viu a quebra do recorde mundial, aí vai um link:

http://youtu.be/AMZr6dJxev0

Ela superou duas vezes o antigo recorde mundial, mas mais uma vez acabou piorando um pouco o tempo na final, parecido com o que aconteceu em Londres. O duro é que com isso, a Maldição dos 100 Peito em mundiais continuou, como previu Daniel Takata no blog da Swim Channel. Para quem não lembra, nas olimpíadas de Londres Ruta surpreendeu o mundo, ao fazer os melhores tempos na eliminatória, semifinal e final dos 100m peito, com apenas 15 anos. Aí vão os tempos de Ruta em Londres:

  • Eliminatória: 1:05.56 (30.58 – 34.98)
  • Semifinal: 1:05.21 (30.55 – 34.66)
  • Final: 1:05.47 (30.56 – 34.91)

Acredito que se a Ruta economizar um pouco o gás (ou as calorias “batatróficas”)  na eliminatória e na semifinal, vamos ver em breve esse recorde cair para baixo da barreira dos 1:04.

Para relembrar também, aí vai o link com o filme da final em Londres, onde a americana Rebecca Soni quase estragou o feito de Ruta:

13 comentários em “Ao vencedor, as batatas!

  1. Patricia Angelica
    30 de julho de 2013

    Vou nem falar da Ruta, porque ela é um espetáculo!

    Agora, Charlão, num tem como descolar umas receitas desses pratos lituanos que tu citou não? Adoro comer, adoro cozinhar e tudo que tem batata no meio me atrai (devo ter algum ancestral lituano que não sei, haha)…

    Muito obrigada!

  2. rcordani
    30 de julho de 2013

    Interessante que Franklin, Ledecky e Meylutite ganharam o ouro hoje, todas bem jovens.

    Agora Charlão, tem certeza que esse Kugelis é pouco calórico? Certeza absoluta?

    • charlaodudo
      30 de julho de 2013

      Só a Missy Franklin foi peba e não bateu o WR nas provas de hoje.

      Eu não cheguei a calcular as calorias do Kugelis, mas tenho quase certeza que é pouco calórico, principalmente se compararmos com o Zepellin.

    • Patricia Angelica
      30 de julho de 2013

      Renato, hoje no Twitter eu disse mais ou menos isso: esse Mundial é das meninas. Meninas mesmo… todas as grandes campeãs até agora, principalmente as de hoje, tem menos de 20 anos…

      A natação feminina pelo mundo tá de vento em popa… já a feminina do Brasil… =/

      P.S.: Meu trabalho sobre a natação feminina com os podcasts deve ser publicado no meu blog lá pelo dia 6 ou 7. Te aviso, tá? =)

  3. Eduardo F. Hoffmann
    30 de julho de 2013

    Caramba! Agora lembrei do Zepellin que sua avó fazia pra gente… Com suco de manga pra acompanhar (feito com a fruta, nada de concentrado, ou caixinha…)… Comidinha leve…rs… mas muito boa!

    • charlaodudo
      30 de julho de 2013

      Faz tempo que minha vó não faz uns Zepellins. Acho que vou encomendar uns para o próximo final de semana.

  4. ANTONIO CARLOS ORSELLI
    30 de julho de 2013

    Charlão, feliz é você que ainda tem vó. Beijo pra ela.

    • charlaodudo
      30 de julho de 2013

      Com certeza Orselli!
      Depois de amanhã ela faz 93 anos e acaba de voltar de uma viagem de 3 semanas ao Canadá. Viu como as batatas são boas?

      • Eduardo Hoffmann
        31 de julho de 2013

        Que legal! Mande meus parabéns pra ela! Essa conversa sobre Zeppelins trouxe boas memórias…

  5. Pingback: Faltou o gostinho do recorde mundial | Best Swimming

  6. Fernando Cunha Magalhães
    31 de julho de 2013

    Incrível essa menina… pelos resultados vemos que pelo menos para ela, vale a pena passar no gás. Foi o que deu o melhor resultado final.

    Quanto as receitas, quem sabe ficam reservadas para o dia 11… hehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 30 de julho de 2013 por em Mundial Barcelona 2013, Natação.
Follow Epichurus on WordPress.com
julho 2013
S T Q Q S S D
« jun   ago »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
%d blogueiros gostam disto: